Novas receitas

8 ótimas cervejas "verdes"

8 ótimas cervejas

Cervejas ecológicas que não deixarão sua língua verde.

A ideia de cerveja barata e leve misturada com corante alimentício azul faz seu paladar recuar? Inspirar seu geek de cerveja interior para se lançar em um discurso ofensivo e indignado? Boas notícias, não tem que ser assim com cerveja verde. Considere uma tomada menos literal e desfrute de algumas rodadas de cerveja "verde".

Chame-os do que quiser - espuma sustentável, lagers locavore, Os litros preferidos do Captain Planet - há muito para ficar impressionado quando se trata dos esforços das cervejarias para "se tornarem verdes". Os exemplos variam de consciência orientada a detalhes, como Cervejaria Steam Whistle decisão de usar logotipos pintados em vez de etiquetas de papel, para iniciativas de grande porte. Observação Serra nevada programa para produzir seu próprio biocombustível para alimentar seus caminhões de entrega, ou Brooklyn Brewery's conquista como a primeira empresa da cidade de Nova York a usar 100% de energia eólica.

Claro, talvez não haja melhor exemplo de uma cervejaria investida no jogo ecológico do que Fort Collins, o multi-premiado do Colorado Cervejaria New Belgium. Líder de mercado no setor, tem sido chamado "a cerveja mais ecológica dos EUA." Considerando que a operação funciona com fontes múltiplas de energia renovável, reduza o uso de papelão em 150 toneladas e até emprega motoboys para recolher garrafas de bares e restaurantes locais para reciclagem - quase não há um osso não verde no corpo desta cerveja. Com sede de mais?

Clique aqui para ver a apresentação de slides das 8 ótimas cervejas "verdes".

Pesquisa adicional de James Tredwell.


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo de cerveja já existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch afirma que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, fermentada de topo (ale), com lúpulo acentuado e filtrada. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. A cerveja é tão anti-classe que todas as cervejarias concordaram que nenhum Kölsch seria vendido com & # 8220special & # 8221, & # 8220extra & # 8221 ou qualquer outro complemento. A cerveja é popular até entre as mulheres.

Mas tem gosto de cerveja!

Kölsch é uma cerveja com gosto de cerveja. Se você entregou uma Kölsch a um bebedor de cerveja desavisado, é muito comum confundir a cerveja com uma lager. A cerveja tem uma sensação na boca muito macia. Pode ser ligeiramente doce, mas não tem aroma maltado e termina muito seco. Alguns Kölschbiers têm algum sabor frutado, mas é muito leve. Qualquer sabor frutado na cerveja deve ser muito sutil.

Não há aroma de lúpulo e pouco sabor de lúpulo. É muito pobre em ésteres e não contém diacetil. Essas cervejas normalmente têm entre 4% a 4,5% ABV. As diretrizes do estilo Brewer listam o teor de álcool da cerveja & # 8217s em 4,4 & # 8211 5,2% ABV, mas eu erraria na extremidade inferior do espectro. A cor da cerveja é semelhante a palha (3,5-7 SRM). Kölsch é semelhante a uma American Blonde Ale, mas tem um acabamento muito mais limpo e nítido.

Alguns exemplos comerciais da cerveja são Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer ou Sünner Kölsch. As versões americanas são & # 8220Kölsch-style & # 8221, pois não podem ser chamadas de & # 8220Kölsch & # 8221.

Como qualquer cerveja alemã, os ingredientes para esta cerveja seguem Reinheitsgebot. Kölsch normalmente usa malte pilsner alemão e / ou malte pálido. Algumas receitas usam malte de trigo ou malte Vienna, mas é menos comum. O malte de trigo não é comum nas versões comerciais da cerveja, mas aparece em muitas receitas caseiras. A maioria das receitas Kölsch usa lúpulo Spalt, mas outros lúpulos nobres alemães podem ser usados. A cerveja usa água muito macia e costuma ser lagered por um mês após a fermentação. Aqui está a receita que uso.

  • 10 libras de malte alemão Pilsner
  • 0,5 lbs de malte alemão de Munique
  • 1,5 oz Spalt lúpulo (4% AA amargo por 60 minutos)
  • White Labs WLP029 German Ale / Kölsch ou Wyeast 2565 Kölsch

Se você for um cervejeiro de extrato, use 8 libras de Pilsner LME e 0,25 libras de Munich LME. Às vezes, os lúpulos de Spalt são difíceis de encontrar (especialmente com a escassez de lúpulo). Você pode substituir os lúpulos Spalt por Saaz, Hallertau ou Tettnanger. Mt. Hood também pode ser usado. O lúpulo que você seleciona é estritamente para amargo, porque Kölsch deve ter pouco ou nenhum sabor de lúpulo e nenhum aroma de lúpulo.

Amasse o grão por 90 minutos a 150 ° F (65 ° C). Isso deve dar a você um bom mosto fermentável. Ferva o mosto por 90 minutos. Na marca de 60 minutos, adicione seus saltos.

Fermentar a cerveja a 60 ° F (15 ° C) ou o mais próximo possível de 60 ° F (15 ° C). Quando a fermentação estiver completa, encontre um local frio para armazenar a cerveja por algumas semanas. Um período de lagering ajudará a cerveja se você puder, mas não se preocupe se puder.

No engarrafamento, adicione 1 ¼ xícara de DME light que é fervido em 2 xícaras de água por 10 minutos. Se você estiver fazendo barriletes, carbonate a cerveja até 2,5 volumes.

Essa cerveja é ótima para os dias quentes de verão. Eu mesmo já ouvi isso ser referido como & # 8220lawnmower ale & # 8221. O copo de servir tradicional para a Kölsch é um copo cilíndrico de 200 ml chamado stange (pole). A temperatura do serviço deve ser a temperatura da adega (50 ° F / 10 ° C).

Nota do editor: O artigo de hoje foi escrito por DJ Spiess of The Fermentarium & # 8211, obrigado novamente a DJ por fornecer esta ótima peça em Kolsch. Se você gostou deste artigo, deixe um comentário ou inscreva-se para mais artigos excelentes. Use o botão BrewPoll à direita para votar neste artigo!


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo de cerveja já existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch afirma que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, fermentada de topo (ale), com lúpulo acentuado e filtrada. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. A cerveja é tão anti-classe que todas as cervejarias concordaram que nenhum Kölsch seria vendido com & # 8220special & # 8221, & # 8220extra & # 8221 ou qualquer outro complemento. A cerveja é popular até entre as mulheres.

Mas tem gosto de cerveja!

Kölsch é uma cerveja com gosto de cerveja. Se você entregou uma Kölsch a um bebedor de cerveja desavisado, é muito comum confundir a cerveja com uma lager. A cerveja tem uma sensação na boca muito macia. Pode ser ligeiramente doce, mas não tem aroma maltado e termina muito seco. Alguns Kölschbiers têm algum sabor frutado, mas é muito leve. Qualquer sabor frutado na cerveja deve ser muito sutil.

Não há aroma de lúpulo e pouco sabor de lúpulo. É muito pobre em ésteres e não contém diacetil. Essas cervejas normalmente têm entre 4% a 4,5% ABV. As diretrizes do estilo Brewer listam o teor de álcool da cerveja & # 8217s em 4,4 & # 8211 5,2% ABV, mas eu erraria na extremidade inferior do espectro. A cor da cerveja é semelhante a palha (3,5-7 SRM). Kölsch é semelhante a uma American Blonde Ale, mas tem um acabamento muito mais limpo e nítido.

Alguns exemplos comerciais da cerveja são Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer ou Sünner Kölsch. As versões americanas são & # 8220Kölsch-style & # 8221, pois não podem ser chamadas de & # 8220Kölsch & # 8221.

Como qualquer cerveja alemã, os ingredientes para esta cerveja seguem Reinheitsgebot. Kölsch normalmente usa malte pilsner alemão e / ou malte pálido. Algumas receitas usam malte de trigo ou malte Vienna, mas é menos comum. O malte de trigo não é comum nas versões comerciais da cerveja, mas aparece em muitas receitas caseiras. A maioria das receitas Kölsch usa lúpulo Spalt, mas outros lúpulos nobres alemães podem ser usados. A cerveja usa água muito macia e costuma ser lagered por um mês após a fermentação. Aqui está a receita que uso.

  • 10 libras de malte alemão Pilsner
  • 0,5 lbs de malte alemão de Munique
  • 1,5 oz Spalt lúpulo (4% AA amargo por 60 minutos)
  • White Labs WLP029 German Ale / Kölsch ou Wyeast 2565 Kölsch

Se você for um cervejeiro de extrato, use 8 libras de Pilsner LME e 0,25 libras de Munich LME. Às vezes, os lúpulos de Spalt são difíceis de encontrar (especialmente com a escassez de lúpulo). Você pode substituir os lúpulos Spalt por Saaz, Hallertau ou Tettnanger. Mt. Hood também pode ser usado. O lúpulo que você selecionar é estritamente para amargo, porque Kölsch deve ter pouco ou nenhum sabor de lúpulo e nenhum aroma de lúpulo.

Amasse o grão por 90 minutos a 150 ° F (65 ° C). Isso deve dar a você um bom mosto fermentável. Ferva o mosto por 90 minutos. Na marca de 60 minutos, adicione seus saltos.

Fermentar a cerveja a 60 ° F (15 ° C) ou o mais próximo possível de 60 ° F (15 ° C). Quando a fermentação estiver completa, encontre um local frio para armazenar a cerveja por algumas semanas. Um período de lagering ajudará a cerveja se você puder, mas não se preocupe se puder.

No engarrafamento, adicione 1 ¼ xícara de DME light que é fervido em 2 xícaras de água por 10 minutos. Se você estiver fazendo barriletes, carbonate a cerveja até 2,5 volumes.

Essa cerveja é ótima para os dias quentes de verão. Eu mesmo já ouvi isso ser referido como & # 8220lawnmower ale & # 8221. O copo de servir tradicional para a Kölsch é um copo cilíndrico de 200 ml chamado stange (pole). A temperatura do serviço deve ser a temperatura da adega (50 ° F / 10 ° C).

Nota do editor: O artigo de hoje foi de autoria convidada de DJ Spiess do The Fermentarium & # 8211, obrigado novamente a DJ por fornecer esta ótima peça em Kolsch. Se você gostou deste artigo, deixe um comentário ou inscreva-se para mais artigos excelentes. Use o botão BrewPoll à direita para votar neste artigo!


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo de cerveja existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch declara que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, com alta fermentação (ale), lúpulo acentuado e filtrado. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. A cerveja é tão anti-classe que todas as cervejarias concordaram que nenhum Kölsch seria vendido com & # 8220special & # 8221, & # 8220extra & # 8221 ou qualquer outro complemento. A cerveja é popular até entre as mulheres.

Mas tem gosto de cerveja!

Kölsch é uma cerveja com gosto de cerveja. Se você entregou uma Kölsch a um bebedor de cerveja desavisado, é muito comum confundir a cerveja com uma lager. A cerveja tem uma sensação na boca muito macia. Pode ser ligeiramente doce, mas não tem aroma maltado e termina muito seco. Alguns Kölschbiers têm algum sabor frutado, mas é muito leve. Qualquer sabor frutado na cerveja deve ser muito sutil.

Não há aroma de lúpulo e pouco sabor de lúpulo. É muito pobre em ésteres e não contém diacetil. Essas cervejas normalmente têm entre 4% a 4,5% ABV. As diretrizes do estilo Brewer listam o teor de álcool da cerveja & # 8217s em 4,4 & # 8211 5,2% ABV, mas eu erraria na extremidade inferior do espectro. A cor da cerveja é semelhante a palha (3,5-7 SRM). Kölsch é semelhante a uma American Blonde Ale, mas tem um acabamento muito mais limpo e nítido.

Alguns exemplos comerciais da cerveja são Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer ou Sünner Kölsch. As versões americanas são & # 8220Kölsch-style & # 8221, pois não podem ser chamadas de & # 8220Kölsch & # 8221.

Como qualquer cerveja alemã, os ingredientes para esta cerveja seguem Reinheitsgebot. Kölsch normalmente usa malte pilsner alemão e / ou malte pálido. Algumas receitas usam malte de trigo ou malte Vienna, mas é menos comum. O malte de trigo não é comum nas versões comerciais da cerveja, mas aparece em muitas receitas caseiras. A maioria das receitas Kölsch usa lúpulo Spalt, mas outros lúpulos nobres alemães podem ser usados. A cerveja usa água muito macia e costuma ser lagered por um mês após a fermentação. Aqui está a receita que uso.

  • 10 libras de malte alemão Pilsner
  • 0,5 lbs de malte alemão de Munique
  • 1,5 oz Spalt lúpulo (4% AA amargo por 60 minutos)
  • White Labs WLP029 German Ale / Kölsch ou Wyeast 2565 Kölsch

Se você for um cervejeiro de extrato, use 8 libras de Pilsner LME e 0,25 libras de Munich LME. Às vezes, os lúpulos de Spalt são difíceis de encontrar (especialmente com a escassez de lúpulo). Você pode substituir os lúpulos Spalt por Saaz, Hallertau ou Tettnanger. Mt. Hood também pode ser usado. O lúpulo que você seleciona é estritamente para amargo, porque Kölsch deve ter pouco ou nenhum sabor de lúpulo e nenhum aroma de lúpulo.

Amasse o grão por 90 minutos a 150 ° F (65 ° C). Isso deve dar a você um bom mosto fermentável. Ferva o mosto por 90 minutos. Na marca de 60 minutos, adicione seus saltos.

Fermentar a cerveja a 60 ° F (15 ° C) ou o mais próximo possível de 60 ° F (15 ° C). Quando a fermentação estiver completa, encontre um local frio para armazenar a cerveja por algumas semanas. Um período de lagering ajudará a cerveja se você puder, mas não se preocupe se puder.

No engarrafamento, adicione 1 ¼ xícara de DME light que é fervido em 2 xícaras de água por 10 minutos. Se você estiver fazendo barriletes, carbonate a cerveja até 2,5 volumes.

Essa cerveja é ótima para os dias quentes de verão. Eu até mesmo ouvi ser referido como & # 8220lawnmower ale & # 8221. O copo de servir tradicional para a Kölsch é um copo cilíndrico de 200 ml chamado stange (pole). A temperatura do serviço deve ser a temperatura da adega (50 ° F / 10 ° C).

Nota do editor: O artigo de hoje foi de autoria convidada de DJ Spiess do The Fermentarium & # 8211, obrigado novamente a DJ por fornecer esta ótima peça em Kolsch. Se você gostou deste artigo, deixe um comentário ou inscreva-se para mais artigos excelentes. Use o botão BrewPoll à direita para votar neste artigo!


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo de cerveja já existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch declara que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, fermentada de topo (ale), com lúpulo acentuado e filtrada. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. A cerveja é tão anti-classe que todas as cervejarias concordaram que nenhum Kölsch seria vendido com & # 8220special & # 8221, & # 8220extra & # 8221 ou qualquer outro complemento. A cerveja é popular até entre as mulheres.

Mas tem gosto de cerveja!

Kölsch é uma cerveja com gosto de cerveja. Se você entregou uma Kölsch a um bebedor de cerveja desavisado, é muito comum confundir a cerveja com uma lager. A cerveja tem uma sensação na boca muito macia. Pode ser ligeiramente doce, mas não tem aroma maltado e termina muito seco. Alguns Kölschbiers têm algum sabor frutado, mas é muito leve. Qualquer sabor frutado na cerveja deve ser muito sutil.

Não há aroma de lúpulo e pouco sabor de lúpulo. É muito pobre em ésteres e não contém diacetil. Essas cervejas normalmente têm entre 4% a 4,5% ABV. As diretrizes do estilo Brewer listam o teor de álcool da cerveja & # 8217s em 4,4 & # 8211 5,2% ABV, mas eu erraria na extremidade inferior do espectro. A cor da cerveja é semelhante a palha (3,5-7 SRM). Kölsch é semelhante a uma American Blonde Ale, mas tem um acabamento muito mais limpo e nítido.

Alguns exemplos comerciais da cerveja são Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer ou Sünner Kölsch. As versões americanas são & # 8220Kölsch-style & # 8221, pois não podem ser chamadas de & # 8220Kölsch & # 8221.

Como qualquer cerveja alemã, os ingredientes para esta cerveja seguem Reinheitsgebot. Kölsch normalmente usa malte pilsner alemão e / ou malte pálido. Algumas receitas usam malte de trigo ou malte Vienna, mas é menos comum. O malte de trigo não é comum nas versões comerciais da cerveja, mas aparece em muitas receitas caseiras. A maioria das receitas Kölsch usa lúpulo Spalt, mas outros lúpulos nobres alemães podem ser usados. A cerveja usa água muito macia e costuma ser lagered por um mês após a fermentação. Aqui está a receita que uso.

  • 10 libras de malte alemão Pilsner
  • 0,5 lbs de malte alemão de Munique
  • 1,5 oz Spalt lúpulo (4% AA amargo por 60 minutos)
  • White Labs WLP029 German Ale / Kölsch ou Wyeast 2565 Kölsch

Se você for um cervejeiro de extrato, use 8 libras de Pilsner LME e 0,25 libras de Munich LME. Às vezes, os lúpulos de Spalt são difíceis de encontrar (especialmente com a escassez de lúpulo). Você pode substituir os lúpulos Spalt por Saaz, Hallertau ou Tettnanger. Mt. Hood também pode ser usado. O lúpulo que você seleciona é estritamente para amargo, porque Kölsch deve ter pouco ou nenhum sabor de lúpulo e nenhum aroma de lúpulo.

Amasse o grão por 90 minutos a 150 ° F (65 ° C). Isso deve dar a você um bom mosto fermentável. Ferva o mosto por 90 minutos. Na marca de 60 minutos, adicione seus saltos.

Fermentar a cerveja a 60 ° F (15 ° C) ou o mais próximo possível de 60 ° F (15 ° C). Quando a fermentação estiver completa, encontre um local frio para armazenar a cerveja por algumas semanas. Um período de lagering ajudará a cerveja se você puder, mas não se preocupe se puder.

No engarrafamento, adicione 1 ¼ xícara de DME light que é fervido em 2 xícaras de água por 10 minutos. Se você estiver fazendo barriletes, carbonate a cerveja até 2,5 volumes.

Essa cerveja é ótima para os dias quentes de verão. Eu mesmo já ouvi isso ser referido como & # 8220lawnmower ale & # 8221. O copo de servir tradicional para a Kölsch é um copo cilíndrico de 200 ml chamado stange (pole). A temperatura do serviço deve ser a temperatura da adega (50 ° F / 10 ° C).

Nota do editor: O artigo de hoje foi de autoria convidada de DJ Spiess do The Fermentarium & # 8211, obrigado novamente a DJ por fornecer esta ótima peça em Kolsch. Se você gostou deste artigo, deixe um comentário ou inscreva-se para mais artigos excelentes. Use o botão BrewPoll à direita para votar neste artigo!


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo de cerveja já existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch afirma que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, fermentada de topo (ale), com lúpulo acentuado e filtrada. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. A cerveja é tão anti-classe que todas as cervejarias concordaram que nenhum Kölsch seria vendido com & # 8220special & # 8221, & # 8220extra & # 8221 ou qualquer outro complemento. A cerveja é popular até entre as mulheres.

Mas tem gosto de cerveja!

Kölsch é uma cerveja com gosto de cerveja. Se você entregou uma Kölsch a um bebedor de cerveja desavisado, é muito comum confundir a cerveja com uma lager. A cerveja tem uma sensação na boca muito macia. Pode ser ligeiramente doce, mas não tem aroma maltado e termina muito seco. Alguns Kölschbiers têm algum sabor frutado, mas é muito leve. Qualquer sabor frutado na cerveja deve ser muito sutil.

Não há aroma de lúpulo e pouco sabor de lúpulo. É muito pobre em ésteres e não contém diacetil. Essas cervejas normalmente têm entre 4% a 4,5% ABV. As diretrizes do estilo Brewer listam o teor de álcool da cerveja & # 8217s em 4,4 & # 8211 5,2% ABV, mas eu erraria na extremidade inferior do espectro. A cor da cerveja é semelhante a palha (3,5-7 SRM). Kölsch é semelhante a uma American Blonde Ale, mas tem um acabamento muito mais limpo e nítido.

Alguns exemplos comerciais da cerveja são Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer ou Sünner Kölsch. As versões americanas são & # 8220Kölsch-style & # 8221, pois não podem ser chamadas de & # 8220Kölsch & # 8221.

Como qualquer cerveja alemã, os ingredientes para esta cerveja seguem Reinheitsgebot. Kölsch normalmente usa malte pilsner alemão e / ou malte pálido. Algumas receitas usam malte de trigo ou malte Vienna, mas é menos comum. O malte de trigo não é comum nas versões comerciais da cerveja, mas aparece em muitas receitas caseiras. A maioria das receitas Kölsch usa lúpulo Spalt, mas outros lúpulos nobres alemães podem ser usados. A cerveja usa água muito macia e costuma ser lagered por um mês após a fermentação. Aqui está a receita que uso.

  • 10 libras de malte alemão Pilsner
  • 0,5 lbs de malte alemão de Munique
  • 1,5 oz Spalt lúpulo (4% AA amargo por 60 minutos)
  • White Labs WLP029 German Ale / Kölsch ou Wyeast 2565 Kölsch

Se você for um cervejeiro de extrato, use 8 libras de Pilsner LME e 0,25 libras de Munich LME. Às vezes, os lúpulos de Spalt são difíceis de encontrar (especialmente com a escassez de lúpulo). Você pode substituir os lúpulos Spalt por Saaz, Hallertau ou Tettnanger. Mt. Hood também pode ser usado. O lúpulo que você seleciona é estritamente para amargo, porque Kölsch deve ter pouco ou nenhum sabor de lúpulo e nenhum aroma de lúpulo.

Amasse o grão por 90 minutos a 150 ° F (65 ° C). Isso deve dar a você um bom mosto fermentável. Ferva o mosto por 90 minutos. Na marca de 60 minutos, adicione seus saltos.

Fermentar a cerveja a 60 ° F (15 ° C) ou o mais próximo possível de 60 ° F (15 ° C). Quando a fermentação estiver completa, encontre um local frio para armazenar a cerveja por algumas semanas. Um período de lagering ajudará a cerveja se você puder, mas não se preocupe se puder.

No engarrafamento, adicione 1 ¼ xícara de DME light que é fervido em 2 xícaras de água por 10 minutos. Se você estiver fazendo barriletes, carbonate a cerveja até 2,5 volumes.

Essa cerveja é ótima para os dias quentes de verão. Eu mesmo já ouvi isso ser referido como & # 8220lawnmower ale & # 8221. O copo de servir tradicional para a Kölsch é um copo cilíndrico de 200 ml chamado stange (pole). A temperatura do serviço deve ser a temperatura da adega (50 ° F / 10 ° C).

Nota do editor: O artigo de hoje foi escrito por DJ Spiess of The Fermentarium & # 8211, obrigado novamente a DJ por fornecer esta ótima peça em Kolsch. Se você gostou deste artigo, deixe um comentário ou inscreva-se para mais artigos excelentes. Use o botão BrewPoll à direita para votar neste artigo!


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo de cerveja já existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch declara que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, fermentada de topo (ale), com lúpulo acentuado e filtrada. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. A cerveja é tão anti-classe que todas as cervejarias concordaram que nenhum Kölsch seria vendido com & # 8220special & # 8221, & # 8220extra & # 8221 ou qualquer outro complemento. A cerveja é popular até entre as mulheres.

Mas tem gosto de cerveja!

Kölsch é uma cerveja com gosto de cerveja. Se você entregou uma Kölsch a um bebedor de cerveja desavisado, é muito comum confundir a cerveja com uma lager. A cerveja tem uma sensação na boca muito macia. Pode ser ligeiramente doce, mas não tem aroma maltado e termina muito seco. Alguns Kölschbiers têm algum sabor frutado, mas é muito leve. Qualquer sabor frutado na cerveja deve ser muito sutil.

Não há aroma de lúpulo e pouco sabor de lúpulo. É muito pobre em ésteres e não contém diacetil. Essas cervejas normalmente têm entre 4% a 4,5% ABV. As diretrizes do estilo Brewer listam o teor de álcool da cerveja & # 8217s em 4,4 & # 8211 5,2% ABV, mas eu erraria na extremidade inferior do espectro. A cor da cerveja é semelhante a palha (3,5-7 SRM). Kölsch é semelhante a uma American Blonde Ale, mas tem um acabamento muito mais limpo e nítido.

Alguns exemplos comerciais da cerveja são Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer ou Sünner Kölsch. As versões americanas são & # 8220Kölsch-style & # 8221, pois não podem ser chamadas de & # 8220Kölsch & # 8221.

Como qualquer cerveja alemã, os ingredientes para esta cerveja seguem Reinheitsgebot. Kölsch normalmente usa malte pilsner alemão e / ou malte pálido. Algumas receitas usam malte de trigo ou malte Vienna, mas é menos comum. O malte de trigo não é comum nas versões comerciais da cerveja, mas aparece em muitas receitas caseiras. A maioria das receitas Kölsch usa lúpulo Spalt, mas outros lúpulos nobres alemães podem ser usados. A cerveja usa água muito macia e costuma ser lagered por um mês após a fermentação. Aqui está a receita que uso.

  • 10 libras de malte alemão Pilsner
  • 0,5 lbs de malte alemão de Munique
  • 1,5 oz Spalt lúpulo (4% AA amargo por 60 minutos)
  • White Labs WLP029 German Ale / Kölsch ou Wyeast 2565 Kölsch

Se você for um cervejeiro de extrato, use 8 libras de Pilsner LME e 0,25 libras de Munich LME. Às vezes, os lúpulos de Spalt são difíceis de encontrar (especialmente com a escassez de lúpulo). Você pode substituir os lúpulos Spalt por Saaz, Hallertau ou Tettnanger. Mt. Hood também pode ser usado. O lúpulo que você seleciona é estritamente para amargo, porque Kölsch deve ter pouco ou nenhum sabor de lúpulo e nenhum aroma de lúpulo.

Amasse o grão por 90 minutos a 150 ° F (65 ° C). Isso deve dar a você um bom mosto fermentável. Ferva o mosto por 90 minutos. Na marca de 60 minutos, adicione seus saltos.

Fermentar a cerveja a 60 ° F (15 ° C) ou o mais próximo possível de 60 ° F (15 ° C). Quando a fermentação estiver completa, encontre um local frio para armazenar a cerveja por algumas semanas. Um período de lagering ajudará a cerveja se você puder, mas não se preocupe se puder.

No engarrafamento, adicione 1 ¼ xícara de DME light que é fervido em 2 xícaras de água por 10 minutos. Se você estiver fazendo barriletes, carbonate a cerveja até 2,5 volumes.

Essa cerveja é ótima para os dias quentes de verão. Eu mesmo já ouvi isso ser referido como & # 8220lawnmower ale & # 8221. O copo de servir tradicional para a Kölsch é um copo cilíndrico de 200 ml chamado stange (pole). A temperatura do serviço deve ser a temperatura da adega (50 ° F / 10 ° C).

Nota do editor: O artigo de hoje foi de autoria convidada de DJ Spiess do The Fermentarium & # 8211, obrigado novamente a DJ por fornecer esta ótima peça em Kolsch. Se você gostou deste artigo, deixe um comentário ou inscreva-se para mais artigos excelentes. Use o botão BrewPoll à direita para votar neste artigo!


Preparando uma receita de cerveja Kolsch: estilos de cerveja

Você quer uma boa cerveja, mas não consegue fazer uma porque não tem refrigeração? Experimente fazer um Kölschbier! Hoje, o blogueiro convidado DJ oferece um excelente resumo de como preparar Kölsch.

Kölsch (pronuncia-se & # 8220koelsch & # 8221) é uma cerveja produzida exclusivamente pelas cervejarias em Köln (ou Colônia para os países de língua inglesa). O estilo da cerveja existe há vários séculos, mas nunca foi chamado de Kölsch até que a cervejaria Sünner o rotulou como tal em 1918. Na década de 1930, pelo menos 40 cervejarias fabricavam Kölsch. Infelizmente, a Guerra Mundial dizimou a indústria alemã Kölsch e apenas 2 cervejarias permaneceram.

Desde que a União Europeia concedeu proteção especial a Kölsch em 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), apenas 14 cervejarias produzem Kölsch legalmente. Esta restrição é uma extensão da Convenção de Kölsch de 1986. A Convenção de Kölsch afirma que a Kölsch deve ser fermentada em Köln, de cor clara, fermentada de topo (ale), com lúpulo acentuado e filtrada. Em suma, a cerveja é uma pale ale de Köln.

A cultura desta cerveja também é única. Pessoas de todas as classes econômicas apreciam a cerveja. Karl Marx observou que sua revolução nunca poderia se firmar em Köln, porque os trabalhadores bebem com seus patrões. The beer is so anti-class that the breweries all agreed that no Kölsch would be sold with “special”, “extra” or any other add-on. The beer is even popular with the women.

But it tastes like a lager!

Kölsch is ale that tastes like a lager. If you handed a Kölsch to an unaware beer drinker, it is very common to mistake the beer as a lager. The beer has a very soft mouthfeel. It can be slightly sweet, but has no malty aroma and finishes very dry. Some Kölschbiers have some fruity flavor, but it is very slight. Any fruitiness in the beer should be very subtle.

There is no hop aroma and little hop flavor. It is very low in esters, and has no diacetyl. These beers typically are between 4% to 4.5% ABV. The Brewer Style guidelines list the beer’s alcohol content at 4.4 – 5.2% ABV, but I would error on the lower end of the spectrum. The color of the beer is straw-like (3.5-7 SRM). Kölsch is similar to an American Blonde Ale, but finishes much cleaner and crisper.

Some commercial examples of the beer are Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer, or Sünner Kölsch. The American versions are “Kölsch-style” since they cannot be called “Kölsch”.

Like any German beer, the ingredients for this beer follow Reinheitsgebot. Kölsch typically uses German pilsner malt and/or pale malt. Some recipes use wheat malt or Vienna malt, but it is less common. Wheat malt is not common in the commercial versions of the beer, but shows up in many homebrew recipes. Most Kölsch recipes use Spalt hops, but other German noble hops can be used. The beer uses very soft water and is often lagered for a month after fermentation. Here’s the recipe I use.

  • 10 lbs German Pilsner Malt
  • 0.5 lbs German Munich Malt
  • 1.5 oz Spalt hops (4% AA bittering for 60 minutes)
  • White Labs WLP029 German Ale/ Kölsch or Wyeast 2565 Kölsch

If you are an extract brewer, use 8 lbs of Pilsner LME and 0.25 lbs of Munich LME. Sometimes Spalt hops are difficult to find (especially with the hop shortage). You can substitute the Spalt hops with Saaz, Hallertau, or Tettnanger. Mt. Hood can also be used. The hop you select is strictly for bittering, because Kölsch should have little to no hop flavor and no hop aroma.

Mash the grain for 90 minutes at 150°F (65°C). This should give you a good fermentable wort. Boil the wort for 90 minutes. At the 60 minute mark, add your hops.

Ferment the beer at 60°F (15°C) or as close as you can get to 60°F (15°C). Once the fermentation is complete, find a cold place to store the beer for a few weeks. A lagering period will help the beer if you can do it, but don’t sweat it if you can’t.

At bottling, add 1 ¼ cup of light DME that is boiled in 2 cups of water for 10 minutes. If you are kegging, carbonate the beer to 2.5 volumes.

This beer is great for those hot summer days. I’ve even heard it referred to as the “lawnmower ale”. The traditional serving glass for Kölsch is a cylindrical 200 ml glass called a stange (pole). The serving temperature should be cellar temperatures (50°F/10°C).

Editors Note: Today’s article was guest authored by DJ Spiess of The Fermentarium – thanks again to DJ for providing this great piece on Kolsch. If you enjoyed this article, please leave a comment or subscribe for more great articles. Use the BrewPoll button on the right to vote for this article!


Brewing a Kolsch Beer Recipe: Beer Styles

You want a good lager, but you can’t make one because you do not have refrigeration? Try a making a Kölschbier! Today, guest blogger DJ provides an excellent summary of how to brew Kölsch.

Kölsch (pronounced “koelsch”) is a beer brewed exclusively by the breweries in Köln (or Cologne to the English speaking countries). The beer style has been around for several centuries, but was never called Kölsch until the Sünner brewery labeled it as such in 1918. In the 1930s, at least 40 breweries made Kölsch. Unfortunately the World War decimated the German Kölsch industry and only 2 breweries remained.

Since the European Union gave special protection to Kölsch in 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), only 14 breweries legally produce Kölsch. This restriction is an extension of the Kölsch Convention of 1986. The Kölsch Convention states that Kölsch must be brewed in Köln, pale in color, top-fermented (ale), hop accentuated, and filtered. In short, the beer is a pale ale from Köln.

The culture of this beer is also unique. People from all economic classes enjoy the beer. Karl Marx remarked that his revolution could never take hold in Köln, because the workers drink with their bosses. The beer is so anti-class that the breweries all agreed that no Kölsch would be sold with “special”, “extra” or any other add-on. The beer is even popular with the women.

But it tastes like a lager!

Kölsch is ale that tastes like a lager. If you handed a Kölsch to an unaware beer drinker, it is very common to mistake the beer as a lager. The beer has a very soft mouthfeel. It can be slightly sweet, but has no malty aroma and finishes very dry. Some Kölschbiers have some fruity flavor, but it is very slight. Any fruitiness in the beer should be very subtle.

There is no hop aroma and little hop flavor. It is very low in esters, and has no diacetyl. These beers typically are between 4% to 4.5% ABV. The Brewer Style guidelines list the beer’s alcohol content at 4.4 – 5.2% ABV, but I would error on the lower end of the spectrum. The color of the beer is straw-like (3.5-7 SRM). Kölsch is similar to an American Blonde Ale, but finishes much cleaner and crisper.

Some commercial examples of the beer are Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer, or Sünner Kölsch. The American versions are “Kölsch-style” since they cannot be called “Kölsch”.

Like any German beer, the ingredients for this beer follow Reinheitsgebot. Kölsch typically uses German pilsner malt and/or pale malt. Some recipes use wheat malt or Vienna malt, but it is less common. Wheat malt is not common in the commercial versions of the beer, but shows up in many homebrew recipes. Most Kölsch recipes use Spalt hops, but other German noble hops can be used. The beer uses very soft water and is often lagered for a month after fermentation. Here’s the recipe I use.

  • 10 lbs German Pilsner Malt
  • 0.5 lbs German Munich Malt
  • 1.5 oz Spalt hops (4% AA bittering for 60 minutes)
  • White Labs WLP029 German Ale/ Kölsch or Wyeast 2565 Kölsch

If you are an extract brewer, use 8 lbs of Pilsner LME and 0.25 lbs of Munich LME. Sometimes Spalt hops are difficult to find (especially with the hop shortage). You can substitute the Spalt hops with Saaz, Hallertau, or Tettnanger. Mt. Hood can also be used. The hop you select is strictly for bittering, because Kölsch should have little to no hop flavor and no hop aroma.

Mash the grain for 90 minutes at 150°F (65°C). This should give you a good fermentable wort. Boil the wort for 90 minutes. At the 60 minute mark, add your hops.

Ferment the beer at 60°F (15°C) or as close as you can get to 60°F (15°C). Once the fermentation is complete, find a cold place to store the beer for a few weeks. A lagering period will help the beer if you can do it, but don’t sweat it if you can’t.

At bottling, add 1 ¼ cup of light DME that is boiled in 2 cups of water for 10 minutes. If you are kegging, carbonate the beer to 2.5 volumes.

This beer is great for those hot summer days. I’ve even heard it referred to as the “lawnmower ale”. The traditional serving glass for Kölsch is a cylindrical 200 ml glass called a stange (pole). The serving temperature should be cellar temperatures (50°F/10°C).

Editors Note: Today’s article was guest authored by DJ Spiess of The Fermentarium – thanks again to DJ for providing this great piece on Kolsch. If you enjoyed this article, please leave a comment or subscribe for more great articles. Use the BrewPoll button on the right to vote for this article!


Brewing a Kolsch Beer Recipe: Beer Styles

You want a good lager, but you can’t make one because you do not have refrigeration? Try a making a Kölschbier! Today, guest blogger DJ provides an excellent summary of how to brew Kölsch.

Kölsch (pronounced “koelsch”) is a beer brewed exclusively by the breweries in Köln (or Cologne to the English speaking countries). The beer style has been around for several centuries, but was never called Kölsch until the Sünner brewery labeled it as such in 1918. In the 1930s, at least 40 breweries made Kölsch. Unfortunately the World War decimated the German Kölsch industry and only 2 breweries remained.

Since the European Union gave special protection to Kölsch in 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), only 14 breweries legally produce Kölsch. This restriction is an extension of the Kölsch Convention of 1986. The Kölsch Convention states that Kölsch must be brewed in Köln, pale in color, top-fermented (ale), hop accentuated, and filtered. In short, the beer is a pale ale from Köln.

The culture of this beer is also unique. People from all economic classes enjoy the beer. Karl Marx remarked that his revolution could never take hold in Köln, because the workers drink with their bosses. The beer is so anti-class that the breweries all agreed that no Kölsch would be sold with “special”, “extra” or any other add-on. The beer is even popular with the women.

But it tastes like a lager!

Kölsch is ale that tastes like a lager. If you handed a Kölsch to an unaware beer drinker, it is very common to mistake the beer as a lager. The beer has a very soft mouthfeel. It can be slightly sweet, but has no malty aroma and finishes very dry. Some Kölschbiers have some fruity flavor, but it is very slight. Any fruitiness in the beer should be very subtle.

There is no hop aroma and little hop flavor. It is very low in esters, and has no diacetyl. These beers typically are between 4% to 4.5% ABV. The Brewer Style guidelines list the beer’s alcohol content at 4.4 – 5.2% ABV, but I would error on the lower end of the spectrum. The color of the beer is straw-like (3.5-7 SRM). Kölsch is similar to an American Blonde Ale, but finishes much cleaner and crisper.

Some commercial examples of the beer are Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer, or Sünner Kölsch. The American versions are “Kölsch-style” since they cannot be called “Kölsch”.

Like any German beer, the ingredients for this beer follow Reinheitsgebot. Kölsch typically uses German pilsner malt and/or pale malt. Some recipes use wheat malt or Vienna malt, but it is less common. Wheat malt is not common in the commercial versions of the beer, but shows up in many homebrew recipes. Most Kölsch recipes use Spalt hops, but other German noble hops can be used. The beer uses very soft water and is often lagered for a month after fermentation. Here’s the recipe I use.

  • 10 lbs German Pilsner Malt
  • 0.5 lbs German Munich Malt
  • 1.5 oz Spalt hops (4% AA bittering for 60 minutes)
  • White Labs WLP029 German Ale/ Kölsch or Wyeast 2565 Kölsch

If you are an extract brewer, use 8 lbs of Pilsner LME and 0.25 lbs of Munich LME. Sometimes Spalt hops are difficult to find (especially with the hop shortage). You can substitute the Spalt hops with Saaz, Hallertau, or Tettnanger. Mt. Hood can also be used. The hop you select is strictly for bittering, because Kölsch should have little to no hop flavor and no hop aroma.

Mash the grain for 90 minutes at 150°F (65°C). This should give you a good fermentable wort. Boil the wort for 90 minutes. At the 60 minute mark, add your hops.

Ferment the beer at 60°F (15°C) or as close as you can get to 60°F (15°C). Once the fermentation is complete, find a cold place to store the beer for a few weeks. A lagering period will help the beer if you can do it, but don’t sweat it if you can’t.

At bottling, add 1 ¼ cup of light DME that is boiled in 2 cups of water for 10 minutes. If you are kegging, carbonate the beer to 2.5 volumes.

This beer is great for those hot summer days. I’ve even heard it referred to as the “lawnmower ale”. The traditional serving glass for Kölsch is a cylindrical 200 ml glass called a stange (pole). The serving temperature should be cellar temperatures (50°F/10°C).

Editors Note: Today’s article was guest authored by DJ Spiess of The Fermentarium – thanks again to DJ for providing this great piece on Kolsch. If you enjoyed this article, please leave a comment or subscribe for more great articles. Use the BrewPoll button on the right to vote for this article!


Brewing a Kolsch Beer Recipe: Beer Styles

You want a good lager, but you can’t make one because you do not have refrigeration? Try a making a Kölschbier! Today, guest blogger DJ provides an excellent summary of how to brew Kölsch.

Kölsch (pronounced “koelsch”) is a beer brewed exclusively by the breweries in Köln (or Cologne to the English speaking countries). The beer style has been around for several centuries, but was never called Kölsch until the Sünner brewery labeled it as such in 1918. In the 1930s, at least 40 breweries made Kölsch. Unfortunately the World War decimated the German Kölsch industry and only 2 breweries remained.

Since the European Union gave special protection to Kölsch in 1997 (geschützte Herkunftsbezeichnung), only 14 breweries legally produce Kölsch. This restriction is an extension of the Kölsch Convention of 1986. The Kölsch Convention states that Kölsch must be brewed in Köln, pale in color, top-fermented (ale), hop accentuated, and filtered. In short, the beer is a pale ale from Köln.

The culture of this beer is also unique. People from all economic classes enjoy the beer. Karl Marx remarked that his revolution could never take hold in Köln, because the workers drink with their bosses. The beer is so anti-class that the breweries all agreed that no Kölsch would be sold with “special”, “extra” or any other add-on. The beer is even popular with the women.

But it tastes like a lager!

Kölsch is ale that tastes like a lager. If you handed a Kölsch to an unaware beer drinker, it is very common to mistake the beer as a lager. The beer has a very soft mouthfeel. It can be slightly sweet, but has no malty aroma and finishes very dry. Some Kölschbiers have some fruity flavor, but it is very slight. Any fruitiness in the beer should be very subtle.

There is no hop aroma and little hop flavor. It is very low in esters, and has no diacetyl. These beers typically are between 4% to 4.5% ABV. The Brewer Style guidelines list the beer’s alcohol content at 4.4 – 5.2% ABV, but I would error on the lower end of the spectrum. The color of the beer is straw-like (3.5-7 SRM). Kölsch is similar to an American Blonde Ale, but finishes much cleaner and crisper.

Some commercial examples of the beer are Reissdorf, Gaffel, Alaska Summer Ale, Harpoon Summer Beer, or Sünner Kölsch. The American versions are “Kölsch-style” since they cannot be called “Kölsch”.

Like any German beer, the ingredients for this beer follow Reinheitsgebot. Kölsch typically uses German pilsner malt and/or pale malt. Some recipes use wheat malt or Vienna malt, but it is less common. Wheat malt is not common in the commercial versions of the beer, but shows up in many homebrew recipes. Most Kölsch recipes use Spalt hops, but other German noble hops can be used. The beer uses very soft water and is often lagered for a month after fermentation. Here’s the recipe I use.

  • 10 lbs German Pilsner Malt
  • 0.5 lbs German Munich Malt
  • 1.5 oz Spalt hops (4% AA bittering for 60 minutes)
  • White Labs WLP029 German Ale/ Kölsch or Wyeast 2565 Kölsch

If you are an extract brewer, use 8 lbs of Pilsner LME and 0.25 lbs of Munich LME. Sometimes Spalt hops are difficult to find (especially with the hop shortage). You can substitute the Spalt hops with Saaz, Hallertau, or Tettnanger. Mt. Hood can also be used. The hop you select is strictly for bittering, because Kölsch should have little to no hop flavor and no hop aroma.

Mash the grain for 90 minutes at 150°F (65°C). This should give you a good fermentable wort. Boil the wort for 90 minutes. At the 60 minute mark, add your hops.

Ferment the beer at 60°F (15°C) or as close as you can get to 60°F (15°C). Once the fermentation is complete, find a cold place to store the beer for a few weeks. A lagering period will help the beer if you can do it, but don’t sweat it if you can’t.

At bottling, add 1 ¼ cup of light DME that is boiled in 2 cups of water for 10 minutes. If you are kegging, carbonate the beer to 2.5 volumes.

This beer is great for those hot summer days. I’ve even heard it referred to as the “lawnmower ale”. The traditional serving glass for Kölsch is a cylindrical 200 ml glass called a stange (pole). The serving temperature should be cellar temperatures (50°F/10°C).

Editors Note: Today’s article was guest authored by DJ Spiess of The Fermentarium – thanks again to DJ for providing this great piece on Kolsch. If you enjoyed this article, please leave a comment or subscribe for more great articles. Use the BrewPoll button on the right to vote for this article!


Assista o vídeo: Wielki Test Piw w zielonych butelkach - 1. półfinał 24 (Novembro 2021).